A família de aplicações de produtividade G Suite para empresas do Google Cloud agora ganhou um novo integrante: o App Maker, uma ferramenta de código baixo para o desenvolvimento rápido de aplicativos centrados nos negócios.

Ferramentas de desenvolvimento de código baixo permitem que as empresas criem apps que podem ser desenvolvidos e implantados sem ter muita experiência em programação. A Microsoft oferece uma solução similar com o PowerApps, que também é uma oferta relativamente nova no mercado.

Com o App Maker, as empresas poderão criar aplicações Web que se integram a outros serviços do G Suite, como o Gmail, o Calendário, o Drive, o Mapas e outros serviços de Mountain View. Sua interface é simples, com um editor de arrastar e soltar, modelador de dados de apontar e clicar e um editor de scripts.

Uma vez que a mesma infra-estrutura que o G Suite seria usada para implementar essas aplicações, os usuários terão aplicativos escaláveis e de alto desempenho sem se preocupar com a tecnologia subjacente.

Porém, mesmo que o foco inicial do App Maker seja facilitar as coisas para aqueles sem muito conhecimento técnico, também há suporte a scripts para os mais avançados que desejam personalizar suas aplicações ainda mais.

O App Maker está agora disponível através do Programa Early Adopter do Google para o G Suite Business.