Há um novo smartphone com o ADN Xiaomi a caminho do grande mercado mobile. Apelidado de Redmi Note 8 Pro, terá ainda uma versão base. No entanto, o maior destaque vai naturalmente para o Redmi Note 8 Pro, um dispositivo Android que quer provar os méritos e qualidades dos processadores MediaTek.

Temos agora um bom leque de caraterísticas a serem confirmadas oficialmente.

Xiaomi Redmi Note 8 smartphone Android MediaTek

Com um novo dispositivo Android a caminho, a empresa satélite da Xiaomi, não consegue colocar um travão nas fugas propositadas e informação. Aliás, este fenómeno deve ser entendido como uma apresentação gradual do smartphone. Algo que visa, sobretudo, estimular o interesse do público até à sua apresentação oficial.

O promissor Redmi Note 8 da Xiaomi

Com efeito, temos visto Lu Weibing, diretor da tecnológica Redmi a partilhar diversas informações. Entre estas, temos agora uma significativa galeria de imagens onde podemos ver as principais caraterísticas. Aí, o Redmi Note 8 Pro orgulha-se do seu SoC MediaTek, o Helio G90T, bem como vários outros pontos.

Aliás, note-se que este será o primeiro smartphone do universo Xiaomi a adotar o novo sensor ISOCELL de 64 MP,aqui aplicado num terminal acessível. Ao mesmo tempo, será também um excelente ponto de referência na plataforma AnTuTu, com uma pontuação em torno dos 280 mil pontos,aqui também devido ao SoC MediaTek.

Acima temos uma tabela comparativa com três processadores similares. Em primeiro lugar o Kirin 810 da Huawei, sendo o mais poderoso dos três. No entanto, é também um dos mais onerosos, além de ser utilizado primordialmente pela Huawei. Já, logo em seguida, temos o Helio G90T da MediaTek, a 12 nm.

O Helio G90T da MediaTek

Por fim, temos ainda o Snapdragon 710 da Qualcomm como margem de comparação. Face a este último, a aposta da MediaTek para o segmento de gama média alta mostra-se consideravelmente mais virtuoso nas pontuações de AnTuTu. Contudo, esperemos que esse valor se traduza em melhorias na utilização diária.

Veja-se ainda que a Redmi está confiante nas capacidades deste SoC da MediaTek. Aliás, não terá sido por acaso que partilharam essa mesma imagem, em que o comparam com o SoC Kirin 810, a 7 nm. Algo que, pelo menos à partida, poderia deixar a alternativa da MediaTek no fundo da tabela.

De igual modo, a Redmi partilhou um vasto número de cartões e imagens com caraterísticas do Redmi Note 8 Pro. Algo que vai desde a sua câmara principal, composta por três sensores com um deles a ter 64 MP de resolução, até ao arrefecimento líquido do dispositivo móvel Android.

Veja-se que esta mesma implementação, uma câmara de vapor, promete arrefecer eficientemente o terminal Android. Algo que será da mais extrema importância, sobretudo em cenários de jogo. Há ainda a referência específica ao arrefecimento até 6.º centígrados, mantendo assim o equipamento em temperaturas ótimas.

Um futuro recordista a catapultar o nome da Xiaomi?

Em síntese, estamos já a escassos dias da sua apresentação (29 de agosto). Entretanto, contamos com mais informações a serem gradualmente reveladas pela empresa satélite da Xiaomi. Aliás, espera-se já que este Redmi Note 8 Pro venha quebrar os recordes e valores de vendas do seu antecessor o Redmi Note 7.

Agora é apenas uma questão de tempo até conhecer este terminal com câmara de 64 MP que trará um design apelativo, bem como um novo tom, o verde. Além disso, contamos com uma construção em acrílico, apesar de o vidro não estar descartado. Vejam-se ainda os contornos e cantos perfeitamente arredondados do terminal.

Já, por fim, sabemos que o fator decisivo para o seu sucesso será o preço de venda ao público. Felizmente, aí a Xiaomi raramente desaponta e esperamos que o mesmo seja verdade para os Redmi.